Arquivo da categoria: visita de estudo

Vídeo promocional do Projeto Juniperus

 

Anúncios

Visita de Estudo ao Centro de Ciência Viva da Floresta

Objetivo :

  • Conhecer a nossa Floresta, nomeadamente as diferentes espécies vegetais e papel/ importância no ecossistema da região.
  • Dar a conhecer o processo, em laboratório, de extração de essências;

Visita ao lagar comunitário do Tostão

No dia 3 de fevereiro, os alunos do 3.º ano, no âmbito do projeto de Ciência Juniperus: plantas autóctones: conhecer para preservar, realizaram uma visita de estudo ao lagar do Tostão. Os objetivos principais consistiram em visitar o lagar com os equipamentos existentes relembrando os tempos antigos e conhecer as etapas de produção de azeite de forma artesanal.

O início da visita foi marcado pela intervenção do Presidente da Associação Recreativa e Cultural de Tostão que explicou como se fazia todo o processo, desde a apanha da azeitona até à obtenção do produto final.

De seguida, ouviram uma pequena história com o objetivo de relacionarem a oliveira com a arca de Noé, ficaram a conhecer as várias formas de apanha da azeitona; as várias aplicações do azeite, nomeadamente na produção de cremes, velas, massagens, sabão; a classificação do azeite em três tipos: virgem; virgem extra e azeite. Foi dada a oportunidade de identificarem em quatro amostras, os defeitos mais comuns que o azeite pode evidenciar. Os mesmos, através do cheiro, foram facilmente identificados pelos alunos que ficaram a saber que este procedimento é designado por análise sensorial e constitui uma das análises que é feita ao azeite para avaliar a sua qualidade. A determinação da acidez constitui uma análise físico-química que é feita também ao azeite logo após a sua produção e que permite enquadrá-lo em uma das categorias.

De seguida, de forma entusiasta e curiosa, os alunos assistiram à 1.ª moagem no museu do lagar e das etapas subsequentes até à obtenção do produto final.

A visita terminou com um lanche, gentilmente oferecido pela associação, que os alunos degustaram.

Mesmo no final ainda houve tempo para todos cantarem “A azeitona já está preta”.